Bem-estar do corredor

As dicas do Professor Carlos Ventura
Professor Carlos Gomes Ventura

Estados dolorosos durante a corrida são diminuídos pela ação das endorfinas e encefalinas que o nosso organismo produz, são analgésicos, é logicamente uma produção endógena diferentemente da morfina que é exógena.
Quando o individuo corre, mesmo em steady-state (estado de equilíbrio) em determinado momento ele se cansa, é neste ponto que ele passa a sentir dores musculares e também passa a ter intranqüilidade emocional.
O corredor que treina diariamente com um bom controle dos seus batimentos cardíacos evidencia bem estar, uma condição psicológica positiva, bom humor, seus níveis de estresse diminui do estresse ele passa para o eustress (resultados de acontecimentos positivos).
Quando a pessoa está em estado de estresse, ela entra em situações de desequilíbrios do corpo e da mente, portanto a corrida bem orientada, bem planejada passa a ser um elemento preventivo para a saúde.

Os benefícios da corrida começam a se manifestar no corredor que a partir daí demonstra autoconfiança sentimento de autoestima, seu raciocínio passa a ter melhores condições quantitativamente e qualitativamente.
O cérebro nosso grande consumidor de oxigênio, funciona com mais eficiência, demonstrando que o corredor está bem psicologicamente.
Dosar a forma de correr, planejar, programar, é significado da inteligência e da qualidade do corredor.
A chave para tudo isto que você leu chama-se controle da ansiedade.
 
Como diz Abraham Lincoln, o nível de felicidade é medido por um grau de decisão de ser feliz. Ora, ser feliz é uma proposta de vida, e não um lance do acaso. Seremos estressados se nos deixarmos ser.
Eustress foi um termo criado pelo endocrinologista Hans Selye em 1975. A palavra define um tipo de estresse que é saudável ou fornece um sentimento de satisfação ou outros sentimentos positivos. Sendo assim, o eustress é uma manobra para explorar ganhos potenciais. A palavra é composta de duas referências. “Eu” que significa “bom” ou “bem” em grego. Conectada à palavra “stress”, trata-se de um bom estresse.